Dicas para escolher uma ferramenta de governança de dados


Avaliar e escolher uma ferramenta de governança de dados depende não somente de recursos e funcionalidades, mas também sobre como a ferramenta será usada e trará valor à organização.

Podemos incorrer em erro ao comparar duas coisas que não são comparáveis. No caso das ferramentas de governança de dados, isso é ainda mais difícil.


As organizações procuram softwares de governança de dados para ajudar a assegurar que seus dados entreguem valor ao negócio. Selecionar uma ferramenta pode ser desafiador, principalmente quando se olha para os recursos que são obtidos por diferentes ferramentas e metodologias em diferentes categorias de produtos. Em alguns casos, os fornecedores entregam as mesmas funcionalidades em seus produtos, mas através de diferentes meios.


Sendo assim, é preciso ser muito claro no que se deseja fazer com as ferramentas de governança de dados, assim como os recursos e as funcionalidades que sua empresa precisa. É preciso saber como obter valor para o negócio com essas ferramentas.


Por exemplo, se você tem uma solicitação para desenvolver um glossário, certifique-se que ele será usado, antes de adquirir um software de governança de dados que tenha essa função. Independentemente de quantas funcionalidades um produto tem, se você não pode demonstrar valor visível em um prazo curto, será cada vez mais difícil continuar a receber apoio executivo e recursos financeiros para seu projeto de governança.


Funcionalidades das ferramentas de governança de dados


Para ajudar você decidir quais funcionalidades dos softwares são as mais importantes para sua organização, as seguintes áreas funcionais são importantes para serem consideradas:


Informações e artefatos de dados. Todos os programas de governança de dados devem gerenciar artefatos-chave, como elementos de dados, modelos de dados e glossários, que são cruciais para apoiar a consistência dos dados. Essa é geralmente a primeira área funcional abordada pelos programas de governança. Mesmo que não seja o primeiro, é uma função obrigatória.


Quando estiver pesquisando ferramentas de governança, procure um software que possa identificar e acompanhar atividades comuns de criação, leitura, atualização e exclusão de elementos de dados. Além disso, procure uma ferramenta que tenha recursos de descoberta de dados, que permitem localizar e identificar elementos de dados, além de dados e valores de metadados. Outra característica útil é a capacidade de gerenciar relacionamentos entre elementos de dados através de hierarquias ou taxonomias. Por fim, procure uma ferramenta de governança de dados que permita classificar dados com base em seu uso ou relevância, por exemplo: se é regulamentado, tem vida útil curta ou é usado como um item de referência ou um fato.


Elementos de gerenciamento de dados. Lembre-se de que falar de governança de dados é falar de supervisão do gerenciamento de dados, o que significa que você precisará rastrear atividades e padrões de gerenciamento de dados. Essa é a segunda área de funcionalidade, que geralmente estará no topo da lista de prioridades para as organizações. Procure ferramentas de governança que possam: 

  • Fornecer gerenciamento da qualidade de dados, incluindo regras de qualidade, criação de perfis e relatórios;

  • Fornecer ciclos de vida de dados de domínio e dados mestres, dados de referência;

  • Executar o movimento de dados, visualizações de linhagem de dados e posicionamento;

  • Encaminhar descoberta e relatórios do processo;

  • Registrar o histórico de alterações feitas em objetos de metadados, no glossário de negócio e nos modelos de linhagem;

  • Apoiar alterações em cascata, que permitam remover um elemento de dados em uma fonte a montante e ser autorremovido de fontes a jusante;

  • Expor metadados, linhagens e dados do glossário de negócios para uso em produtos de terceiros e aplicativos personalizados;

  • Manter uma exibição drill-up e drill-down de informações de linhagem.Imprimir e trocar representações visuais das linhagens de dados.


Outros artefatos. Estes são documentos ou outros materiais baseados em texto, incluindo manuais, cartas, especificações do produto, mídia digital e e-mails, que são armazenados permanentemente para uso posterior ou revisão. Embora a maioria dos programas de governança abordem dados estruturados armazenados em linhas e colunas dentro de tabelas de bancos de dados, muitos documentos também exigem supervisão. Esse conjunto de funcionalidades raramente é abordado no início de um programa de governança de dados, mas quase todas as organizações que desenvolvem um programa operacional robusto precisarão abordar o gerenciamento de dados e documentos não estruturados.


Procure produtos que forneçam suporte a metadados para a classificação de documentos e gerenciamento do ciclo de vida do documento. Além disso, procure uma ferramenta que ofereça a capacidade de criar, ler, atualizar e excluir, bem como eliminar dados redundantes, obsoletos e triviais.


Operações de governança. Novamente, esta não é geralmente a primeira funcionalidade procurada em uma ferramenta, mas logo se torna uma necessidade óbvia o que significa procurar uma ferramenta que pode fazer alguns ou todos os itens seguintes:

  • Atribuir e gerenciar funções e responsabilidades de governança (por exemplo, quem são os administradores de dados);

  • Estabelecer as várias estruturas em um programa de governança, como grupos de trabalho, conselhos e fóruns e acompanhar as atividades de seus membros;

  • Definir e monitorar acordos de nível de serviço (service-level agreements), problemas e status de atividade;

  • Permitir aprovações de alterações (por exemplo, políticas e padrões), escalonamentos e auditorias.


Gerenciamento do workflow. Como mencionado anteriormente, a colaboração é um tema central e necessário para a operação bem-sucedida dos dados. Por exemplo, obter uma política através de muitos ciclos de revisão e aprovação pode ser oneroso sem o uso de um workflow (fluxo de trabalho) e colaboração ativa. O workflow pode ser usado para acelerar e operar processos de gerenciamento de dados mestres, supervisionar a qualidade dos dados ou gerenciar e escalar problemas de governança de dados. Também é eficaz para construir e manter o programa de governança de dados, por exemplo, quando os membros de um conselho de governança precisam trabalhar juntos para aprovar novos documentos e processos. As funcionalidades de workflow também ajudam na coordenação entre equipes e na tomada eficiente de decisões.


Esses tipos de ferramentas geralmente fazem o seguinte:

  • Definir e gerenciar fluxos de trabalho para colaboração e cooperação entre as partes interessadas;

  • Gerenciar níveis de permissão para que os usuários façam alterações nas definições do glossário, padrões, políticas ou outros componentes da governança de dados;

  • Apoiar processos de aprovação e fluxos de trabalho separados para atributos de dados personalizados, anotações de políticas, definições de negócios e comentários;

  • Acompanhar o progresso do trabalho, como parte das atividades de governança de dados.


Alinhamento do negócio. Governança de dados é mais uma iniciativa de negócios do que um projeto de tecnologia, então você precisa estar alinhado com o negócio - especialmente se a alta administração não vê valor em uma governança antecipada eficaz. Entretanto, embora o alinhamento de negócios seja um fator de sucesso crítico, geralmente não é a primeira funcionalidade que as organizações procuram em uma ferramenta de governança de dados. Na verdade, na maioria das vezes, uma planilha será suficiente.


Alguns dos recursos de alinhamento listados abaixo podem parecer similares às funcionalidades de gerenciamento de dados e são frequentemente encontrados nas mesmas ferramentas, mas eles são mais indicados para conectar processos de governança de dados a outros aspectos do negócio. Esses recursos incluem:

  • Documentar hierarquias de planos estratégicos ou processos de negócio;

  • Acompanhar estratégias e planos de negócios;

  • Calcular o valor para o negócio dos dados ou suas contribuições para atingir os objetivos de negócios;

  • Monitorar métricas de progresso e eficácia com um scorecard de acompanhamento.

Conclusão


Depois de definir as funcionalidades necessárias, você pode decidir qual categoria - ou categorias - de ferramentas de governança de dados para explorar. Para atender a todas as suas necessidades, você pode ter que comprar uma combinação de ferramentas de diferentes categorias: ferramentas tradicionais de gerenciamento de dados, software de qualidade de dados e programa de governança e plataformas de gerenciamento de políticas.


Existem vários outros critérios de seleção que você também deve considerar para ajudar a diferenciar entre os produtos de governança de dados.


Primeiro: como eles são oferecidos? Sua organização prefere ferramentas que são implantadas on premises ou ferramentas baseadas em nuvem? Você precisa de recursos móveis? Além disso, que tipos de conectores você precisa para os sistemas existentes em sua empresa? Muitos fornecedores oferecem conectores, mas eles variam amplamente em estilo e completude.


Você está querendo administrar ambientes de big data? Algumas ferramentas de governança funcionam bem com big data, enquanto outras não. Que tipo de relatórios e características de dashboards oferecem os produtos? A capacidade das ferramentas de emitir relatórios do conteúdo de seus próprios repositórios pode ser estar ausente.


Finalmente, solicite orçamentos, já que muitas das ferramentas são oferecidas como opções para conjuntos de ferramentas principais. Você pode obter a funcionalidade que deseja, mas pode vir a um preço exorbitante. Além disso, examine os materiais de treinamento e suporte do fornecedor. Muitos fornecedores adaptaram ferramentas mais antigas à governança de dados, mas não atualizaram seus materiais de treinamento ou capacidade de suportar a governança de dados.



Em nossos próximos artigos falaremos mais sobre Governança de Dados, incluindo estratégias que favorecem a governança, além dos demais temas relacionados com o Gerenciamento de Dados. Fique ligado!


Não deixe de ler outros textos do nosso blog e não se esqueça de deixar suas dúvidas e opiniões!