Dados para Relatórios: use o BI a favor da sua empresa




“As áreas reclamam da dificuldade de extrair dados para análise de desempenho. De fato, todos os meses elas precisam pedir ajuda para a TI extrair dados de todos os sistemas e isso atrasa o trabalho não só do departamento demandante como de TI também.”  


 Este cenário lhe é familiar? Qual a saída para que cada área possa gerenciar seus próprios dados e fazer seus relatórios sem depender da TI?”


A pressão de identificar tendências emergentes e padrões escondidos em vastas quantidades de dados multivariáveis nunca foi tão grande. Mas os relatórios de inteligência de negócios tradicionais e as complexas ferramentas de estatística forçam os usuários a dependerem da TI para cada nova porção de dados, um processo bastante moroso. Consequentemente, perdem-se oportunidades, as decisões são baseadas em palpites e os riscos aumentam. Além disso, os sistemas tradicionais são dispendiosos e lentos para gerar resultados, pois a visão de negócios que eles permitem obter está condicionada a suas dimensões e hierarquias. Com os mercados e as condições mudando rapidamente, os usuários recorrem a planilhas de cálculo, comprometendo a integridade da análise e a governança de dados.


A análise de dados self-service está se tornando imperativa e levando à democratização dos dados e eliminando o tempo relacionado com a preparação de dados, criação de relatórios e controle de versões de planilhas de cálculo.


É preciso dispor de um sistema capaz de suportar essas ferramentas

e usar todo o seu potencial.


A análise self-service deve ser altamente visual, na qual os profissionais que atuam nos processos críticos para a atividade de negócios sejam capazes de colocar questões de forma rápida e intuitivamente e obter respostas de dados, prevendo o que sucederá a seguir.


Utilizando dashboards interativos, visualizações e análise preditiva impulsionada por eventos, você poderá facilitar o acesso rápido a conhecimentos inesperados em qualquer dispositivo, sem scripting personalizado e sem a necessidade de intervenção da TI.


Os usuários acessando o sistema no ambiente de trabalho ou por um dispositivo móvel devem ter a capacidade de explorar dados em uma aplicação sem dimensão e fácil de utilizar, que pode acomodar a governança de dados, escalabilidade e questões de segurança da empresa.


A plataforma deve permitir o desenvolvimento de conhecimentos, a combinação de novas fontes de dados para identificar a causa-raiz e deve utilizar a eficácia das técnicas de visualização avançadas, para tornar a organização mais rápida na obtenção de conhecimentos para poder agir.


Finalmente, são desejáveis funcionalidades que viabilizem facilmente um processo colaborativo de tomada de decisão, desde brainstorming espontâneo e livre até um fluxo de trabalho de decisão formalizado. É preciso capturar e socializar de forma segura momentos de conhecimento, ideias e hipóteses com gestores, colegas, consultores e clientes. Estas discussões férteis podem ser capturadas através de marcadores colaborativos, comentários adicionados aos KPIs em um smartphone ou tablet, aplicações de análise guiadas, portais empresariais e plataformas sociais, a fim de proporcionar um contexto visual convincente para acelerar o processo de tomada de decisão.



Resumo


Se você ainda vive o cenário descrito no primeiro parágrafo, pense seriamente em desenvolver um projeto para modernização de suas ferramentas e processos de BI.



Para saber mais a respeito de soluções de Business Intelligence e Business Analytics, leia os outros textos do nosso blog e não se esqueça de deixar suas dúvidas e opiniões.